Maternidade e Família

Vamos falar de tristeza no pós-parto? Principais dúvidas e relato sobre o baby blues

A tristeza pós-parto ou baby blues como também é conhecida pode ser vista por muitas como ingratidão, mas nada mais é do que uma fase de adaptação do novo momento de nossas vidas. Trata-se de uma tristeza, uma melancolia e uma culpa enorme pelo aparecimento de todos esses sentimentos. A causa é em sua maioria são as bruscas alterações hormonais pelas quais passamos nesse período, além é claro das alterações emocionais.

É uma fase totalmente nova que se inicia, costumo dizer que minha vida mudou com o positivo, mas nada se compara com ter o bebê nos braços. É literalmente uma nova vida e como tudo que é novo nos exige uma fase de adaptação. É a gente se reconhecendo como mãe, aprendendo a lidar com uma situação inédita pra nós. Ou mesmo no caso do segundo filho, lidamos com questões novas que não conseguimos prever.

Como foi comigo

Aconteceu comigo, fique tranquila, não é só com você. Acontece com muito mais mulheres do que se imagina. O grande problema é que quase nunca se fala sobre o assunto. Acredito que poderia ter sido mais fácil se eu tivesse tido mais informações, mais relatos, porque eu me sentia muito culpada. Minha médica falou um pouco, mas quem realmente conseguiu me explicar o que se passava foi minha mãe.

Depois com o tempo que fui ver vídeos e conversar com outras mães e na segunda gestação já entendia que poderia acontecer de novo, e apesar de ter sido mais intenso, eu sabia que iria passar. Além disso, pude contar com o apoio da minha psicóloga que me acompanhou e estava sobreaviso caso os sintomas evoluíssem. Mas das duas vezes, toda aquela tristeza não durou mais que 15 dias.

Dá para evitar?

Por se tratar de questões hormonais, e ser bem comum, não é algo que a mulher pode evitar, mas a família e as pessoas próximas precisam entender para dar o suporte necessário.

Também não é algo que acontece com todo mundo (apesar de muitas não gostarem de falar sobre) e nem na mesma intensidade, mas saber que é normal e que muita gente passa por isso, nos ajuda a passar por essa fase.

Quanto tempo dura? Quando é hora de procurar ajuda profissional? 

O tempo médio são de 5 a 20 dias, assim como o baby blues chega do nada também vai embora, é impressionante.  

Para minha psicóloga quando conversei com ela sobre o assunto, a hora de procurar ajuda é quando os sintomas ultrapassem o primeiro mês ou quando a mulher está sofrendo muito. nesses casos é imprescindível procurar ajuda e verificar se o que está ocorrendo não é uma depressão pós-parto. Mesmo assim, a qualquer momento você pode e deve procurar ajuda profissional se sentir necessidade.

Aqui tem uma entrevista completa que fiz com a Camila (minha psicóloga) sobre o assunto. 

Do que precisamos

Em primeiro lugar de informação, de conhecer o assunto e saber que pode ocorrer. Em segundo lugar, de amor, de acolhimento e apoio. Julgamentos não ajudam, porque a mulher já se culpa muito por estar triste, o que ela precisa é de colo e paciência. <3

Tem vídeo

Veja também

Sem Comentários

Deixe um comentário