Dicas e Inspirações

Organizando a rotina com a técnica Time Blocking

Esses dias assisti alguns vídeos sobre a técnica (ou conceito) do time blocking. Na verdade, desde que saí do meu emprego formal que eu comecei a trabalhar melhor meus blocos de tempo (para conseguir trabalhar, estar com elas e fazer minha parte das tarefas na casa, fazer minhas coisas), de uma forma bem genérica. Eu só não sabia que existia uma técnica que mostrava justamente como isso pode ser mais produtivo.

Para começar, vamos entender que o time blocking é uma estratégia de gestão de tempo que consiste em bloquear horários específicos na sua agenda para garantir que você realize atividades de forma mais otimizada. É bom lembrar que o time blocking não é usado apenas para a vida profissional, mas para a vida como um todo. Afinal, seu dia é único e sua vida também. Obter o equilíbrio é a chave, muitas vezes difícil de encontrar.

Ao dedicar um certo número de horas a apenas uma tarefa, você “bloqueia” seu tempo (e sua mente) de outros projetos – e a infinidade de outras demandas em sua atenção.

Em um primeiro momento pode parecer que é simplesmente inserir tarefas ou compromissos na agenda e colocar um horário para realizá-las, mas a verdade é que é preciso um tempo para incorporar o hábito na vida e de fato colher os frutos da ferramenta. Sabemos que não é tão simples assim a gente ter a disciplina de manter o foco sobre uma determinada atividade. Por isso, para implementar o time blocking, você pode seguir os passos a seguir.

Como implementar o time blocking

  1. Em primeiro lugar liste suas atividades rotineiras, aquelas que você precisa fazer com frequência, seja no trabalho ou na vida.
  2. Relacione seus projetos em andamento, aqueles que precisa e/ou quer fazer.
  3. Crie uma lista única começando pelo o que é essencial, sendo atividades de rotina ou não e aqui falamos da vida como um todo.
  4. Agora vai montando seu cronograma travando blocos de tempo em sua agenda nessa ordem. Seja consciente do que realmente é necessário e possível de ser realizado na prática.
  5. Use cores para chamar sua atenção. Uma ideia é usar cores diferentes para blocos que sejam de áreas da vida diferentes, assim consegue ter uma visão melhor do equilíbrio dessa divisão na prática.

Alguns blocos de tempo serão temporários, apenas para executar um projeto que tem um término, por exemplo. Para estes estipule prazos. E claro, use o tempo bloqueado por 30 dias para te ajudar a incorporar o hábito e vá fazendo ajustes. Você pode chegar a conclusão de que precisa mover um bloco ou que precisa de mais ou menos tempo para uma determinada atividade.

Esta técnica me lembrou muito a Técnica Pomodoro, aliás, podemos considerar que sim, o Pomodoro é uma técnica “time blocking”, porque nela há o congelamento de tempo para focar em uma determinada atividade. Mas para mim, a principal diferença é que o Pomodoro é algo muito mais pontual e objetivo. Ou seja, você bloqueia o tempo para ter foco e terminar uma tarefa, já o time blocking funcionaria no espaço macro, ou seja, você bloqueia o tempo para focar em projetos ou atividades do seu dia a dia.

O Time Blocking na prática

Vamos para um exemplo prático para ficar mais fácil entender? Eu por exemplo, tenho alguns blocos de tempo com atividade rotineiras com as nossas filhas. Aí tenho o tempo que eu dedico ao meu trabalho. Dentro desse bloco eu bloqueio um tempo para fazer as atividades-chaves do meu trabalho que é a produção de conteúdo, seja posts, para as redes sociais ou de um curso em alguns dias da semana. Porque que faço isso? Para ter comigo mesma o compromisso de fazer o que de fato faz os projetos existirem. Depois desse bloco ou nos outros dias, eu trabalho nas tarefas com prazos e nas listas de tarefas, seguindo a lógica do GTD.

Vamos criar uma rotina fictícia para exemplificar:

6h30h-7h30: rotina da manhã e escola das crianças. 

8h- 11h20: rotina de trabalho pela manhã

8h-10h: segundas, quartas e sextas, bloco para trabalhar a escrita de um livro

11h30-13h30: volta da escola, almoço e etc

19h-21h: rotina da noite com as crianças 

21h-22h30: rotina de trabalho noturna

Mas aí você deve estar se perguntando, e as outras horas do dia? As outras horas do dia você trabalha de acordo com sua rotina e suas necessidades. Reparou que o time blocking deve e precisa ser respeitado levando em conta suas prioridades e possibilidades reais. Por isso não adianta bloquear todo o seu dia se não vai conseguir cumprir. Comece devagar, com disciplina e comprometimento e verá os resultados na sua vida.

E os imprevistos? Eles acontecem e muito, ainda mais quando se tem criança, por isso, que na minha opinião pessoal, você deve bloquear o tempo com muita sabedoria para realmente executar coisas essenciais, realizar seus projetos com mais consciência e equilíbrio.

 

Veja também

Sem Comentários

Deixe um comentário