Para refletir

O dia em que aprendi a dizer sim (de verdade)

Sempre achei que meu problema era não saber dizer “não” e por esse motivo muitas vezes eu estava em situações que não desejava.

Lembro de trabalhar bastante isso na terapia e cheguei a comprar um livro que falava do assunto. De algum modo, eu precisava sim aprender a dizer não quando necessário ou quando queria, a colocar alguns limites e a fazer escolhas.

E foi muito importante e útil. Vi muitas coisas mudarem quando parava para pensar, refletir e sabia que não dava para aceitar uma proposta ou ir por um determinado caminho.

Mas ainda não era o suficiente. Era como se aprender a dizer melhor o não tivesse me impedido de fazer escolhas não tão legais, mas também não tivesse me levado para lugar nenhum. E demorei muito tempo para descobrir que meu problema era, na verdade, não saber dizer sim.

Não um sim qualquer, automático. Um sim verdadeiro, com clareza, com verdadeiro desejo. ⠀⠀⠀⠀
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Porque se comprometer de verdade com algumas coisas é abrir mão de um monte de outras. É também dizer não e olhando assim a gente percebe que dizer não é muito mais fácil, porque exige coragem, mas muitas vezes nem exige movimento.

Com o sim é o contrário. Quando você o diz, você aceita fazer algo. Aceita mudar, aceita se esforçar, aceita dar o melhor de si e às vezes é duro, dói, é difícil, dá vontade de desistir e talvez era disso que eu tinha medo.

Quando a gente diz sim, vem compromisso junto, vem responsabilidade, vem disciplina, exige empenho, exige determinação e sim, exige, muitas vezes, muito mais coragem.

E como dizer sim é também dizer não, ele é seletivo. Quando você escolhe as coisas e pessoas para as quais quer dizer sim, está escolhendo também aquelas para às quais vai dizer não, porque não dá pra gente fazer tudo ao mesmo tempo e daí vem a importância de fazer escolhas mais conscientes e coerentes.

E pra que isso aconteça, em primeiro lugar a gente precisa se conhecer, saber o que a gente quer, onde queremos chegar e principalmente como vamos fazer isso. Daí vem a importância da meditação, da calma, da paciência e da reflexão. Acredite em mim, elas são capazes de fazer pequenos milagres com nossas escolhas. Antes de sair dizendo sim por aí, há um caminho a ser percorrido. E por vezes será incômodo, complicado e um pouco difícil.

Mas sinceramente? Dizer sim verdadeiramente para aquilo que realmente vale a pena, mesmo sabendo quantos nãos isso vai nos custar é a coisa mais valiosa que podemos fazer pelas causas, pelos nossos sonhos e por nós mesmos.

Veja também

Sem Comentários

Deixe um comentário