Para conhecer

Minha História por Michelle Obama

Ganhei o livro Minha História escrito por Michelle Obama de uma amiga muito especial que já havia falado maravilhas dessa leitura.

Fiquei bastante curiosa não só pelo conteúdo em si, mas também sobre a forma de escrever da Michelle, já que esta minha amiga, havia mencionado que a sensação que nos dava era de estarmos sentadas em um café conversando com ela.

Fui com uma expectativa de encontrar uma biografia focada na política, mas encontrei muito, muito mais: aprendi coisas que não imaginava como maternidade, carreira da mulher e sua relação com os filhos, busca por propósito, casamento, política, história e tantas, tantas coisas.

Michelle abre seu coração e conta sua história de maneira global, contando como foi sua infância, a dinâmica da sua família, seus amigos, como ela aprendeu a enfrentar a vida, a valorização dos estudos, também nos situa sobre a situação política local na época. Nos conta sobre sonhos, planos, preconceito, futuro… temos acesso a muitas coisas que nem imaginávamos, principalmente se a gente se basear apenas nas entrevistas e nos recortes sobre ela na mídia.

Continuamos acompanhando muitos de seus dramas pessoais (comuns a tantos de nós), sua escolha pela faculdade, sua formação, carreira até conhecer Barack Obama.

Apesar disso, ela sempre contextualiza tudo com a história dos EUA e ter sua visão sobre isso, de quem viveu tudo na pele, é maravilhoso.

Depois que ela conhece e começa a namorar Obama, passamos para esta nova fase onde ela compartilha muito sobre relacionamento, casamento e maternidade. Confesso que, esta parte foi a que eu mais gostei! Ver e entender um pouco mais da visão dela dessas áreas da vida me fez ver que, há pontos em comum que de alguma forma, liga todas as mulheres do mundo. Não importa se você é a mulher do Presidente dos Estados Unidos, algumas  inquietações sempre vão fazer parte de nossas vidas.

A relação dela com o Barack nunca foi só flores como muitos querem contar, foi preciso amor, mas mais que isso, disposição para fazer as coisas funcionarem como precisam funcionar.

Todo o caminho das campanhas presidenciais também são contados, sempre no ponto de vista dela como mulher, como mãe, mas principalmente como profissional e cidadã. Das lágrimas de esforço às lágrimas da vitória, conhecemos melhor como tudo pode funcionar na política. 

Os oito anos que a família Obama passou na casa branca também são contadas no livro. Como funciona tudo nos bastidores, as experiências dela e das crianças, como foi ver acompanhar a política tão de perto e muitas outras coisas. Coisas pequenas, coisas grandiosas.

São detalhes, cuidados, o medo de ataques, a proteção e ao mesmo tempo o esforço deles para que suas filhas sofressem o menor impacto possível da política em suas infâncias e vidas pessoais.

Michelle não sabia como ser uma Primeira Dama e conta que teve que aprender isso na prática e colocar um pouco do seu jeito nesta “condição” (porque não é um cargo) na prática.

Nos despedimos dela, logo após Donald Trump assumir a presidência, eles se mudarem da Casa Branca onde ela finaliza com um breve resumo sobre o momento em que ela vive agora, depois que viu sua vida mudar completamente vivendo como a Primeira Dama dos EUA. 

Veja também

Sem Comentários

Deixe um comentário