Vida e Cotidiano

Dia 09 – O despertar

“A gente faz um plano, Deus faz outros”, dizia minha mãe quando queria justificar para nós quando éramos crianças, o porquê das coisas terem dado errado em algum momento da vida.

De lá pra cá, confesso que tal afirmação sempre foi um consolo. De fato, quem tem controle sobre a vida? Quem não planejou todo um trajeto e bem ali ao virar a esquina, tudo foi por água abaixo?

Quando comecei este desafio de escrever todos os dias, eu realmente imaginei que estaria aqui batendo ponto por dias e dias escrevendo, contando como era esse exercícios por detrás das cortinas. Dia após dia, sem nenhuma forte emoção.

Do começo dele até hoje, aconteceram tantas coisas que eu nunca imaginei que poderiam acontecer, deixaram as coisas bagunçadas, meio fora de rumo. Não escrevi, mas li e percebi muitas coisas esses dias. Juro, vivi 3 semanas, mas parecem que foram uns anos.

A primeira delas talvez tenha sido o livro que li na viagem, aliás, que terminei de ler e já falei dele aqui: O ano em que disse sim, da Shonda Rhimes. Acho que foi um despertar para algumas coisas, entre elas que tudo depende de nossa ação.

Que coisa mais clichê, e quem não sabe disso? Pois é! Eu também sabia, e muitas vezes deixava pra depois e depois e quando a gente vive certas situações na vida, a gente percebe que a única coisa que temos de fato nela é o tempo presente. O que está aqui e agora, e se a gente não fizer o que precisamos/queremos fazer no agora, não há garantia de lado. O livro foi bacana porque ele mostra os resultados das ações dela em um ano.

Se posso tirar uma boa lição de tudo o que aconteceu é justamente isso. A gente nunca sabe o que vai acontecer no próximo minuto, no próximo segundo. Então na dúvida, faça! Faça aquilo que vai te levar para mais perto dos seus objetivos, faça aquilo que massageia seu coração. A gente precisa aprender a levar as coisas menos a sério, a se estressar menos, a se preocupar menos. Também não acho fácil não viu! Mas certas acontecem parecem que para mostrar que tudo pode escapar entre os dedos em um milésimo de segundo.

E a última coisa é que mesmo sem escrever aqui todos os dias, a vida se encarregou de me mostrar que sim, que preciso fazer algo, que tudo depende de mim sim! A gente não comanda as circunstâncias, mas podemos comandar como nos sentimos em relação a elas.

Então, convido vocês para lerem o texto de quarta tá? Não vou me estender mais por aqui! Porque se não já viu, vai ter textão ainda maior.

Amanhã tem vídeo, mas quarta tem texto!

Até lá!

 

Veja também

Sem Comentários

Deixe um comentário