Vida e Cotidiano

Dia 08 – Recomeçar, eu preciso

Voltei! Depois de uns dias longe. Sei que a ideia do desafio sempre foi escrever todos os dias, mas uma pequena viagem em família me fez parar uns diazinhos. Então li muito nesse tempo para compensar a falta de exercício diário.

Foi uma viagem simples, curta, mas deliciosa. Curtimos cada minutinho do caminho e lá. Curtimos uns aos outros. Conversamos, cantamos e vimos as pessoas mais especiais na nossa vida, a nossa família e nossos amigos.

Na volta uma surpresa. Nada agradável, diga-se de passagem. Nossa casa havia sido invadida e roubada.

Não sei por quanto tempo eu ficarei remoendo a imagem e o susto na minha mente. Não quero descrever como foi com detalhes, porque revivo tudo de novo, e de novo e novo. Mas posso te garantir que é uma sensação terrível.

Pior que isso é o medo que fica com você. Qualquer barulho você pula, tem medo de ficar sozinha, de andar na rua. Ver suas filhas com medo, não é nem de longe, algo que a gente goste de ver.
Alguns dias já se passaram, mas parece que muita coisa ainda está viva por aqui. Sinto-me estranha e perdida, algo como se tivesse tomado uma anestesia, como se eu fosse acordar ainda e tudo isso não terá passado de um sonho longo e maluco.
Mas no meio disso tudo, percebemos também um turbilhão de coisas boas. Uma onda de amigos, de solidariedade. Encontramos muito apoio e carinho, em toda parte.
Pessoas de longe e de perto, gente que me acompanha nas redes sociais e ficaram sabendo do ocorrido, dando força, ajudando, mandando mensagens. E de tudo isso, fica um sentimento enorme de gratidão, de alegria e de emoção. De uma coisa tão ruim, nasceu uma coisa tão boa. Não imaginávamos tudo isso, todo esse apoio e esse carinho.
Aos poucos vou retomando os trabalhos, os textos aqui no blog e este desafio. Porque escrever é preciso, e recomeçar sempre também é!
Até a próxima!

Veja também

Sem Comentários

Deixe um comentário