Vida e Cotidiano

Como organizar a rotina de limpeza da casa: sistema FlyLady

Quando nós nos vimos em casa com duas crianças, percebemos que era hora de encontrar um método de organização da rotina de limpeza ou a gente iria enlouquecer!

Foi aí que pesquisando e pesquisando, encontrei um texto em um blog que adoro, chamado Vida Organizada, da Thaís Godinho. Lá ela explicava sobre um sistema chamado Fly Lady, criado por uma americana e consiste em rotinas e missões fáceis de fazer e que com o tempo, a casa se mantém organizada e limpa.

O que eu acho mais legal do sistema são alguns conceitos, por exemplo:

Rotinas

Neste sistema, a orientação é para criar duas rotinas: uma diurna e outra noturna, dessa forma, fica mais difícil esquecermos as coisas importantes do dia a dia, além de ser um momento para planejarmos o dia e, claro, cuidarmos de nós.

Declutter

Outro conceito bastante interessante é o Declutter que nada mais é do que “destralhar” a casa, porque ela fala que não conseguimos organizar tralha, então, antes de entrar no sistema efetivamente, é preciso jogar a tralha fora.

Divisão por zonas

A divisão da casa por zonas também ajuda na hora de limpar e organizar, porque nos dedicamos um pouco por dia sem deixar acumular e dando atenção a casa toda.

Listas de limpeza

Depois de destralhar toda a casa, inserimos listas e rotinas de limpeza: diária (somente com o básico mesmo), semanal e mensal. No começo, as listas podem parecer  burocracia, mas com o tempo, percebemos um ganho de tempo muito grande, já que ela organiza e divide todo o trabalho ao longo da semana sem acumular. Outra vantagem é que as pessoas da casa  conseguem colaborar de forma mais efetiva sem repetir tarefas e cada um fazendo a sua parte de forma organizada.

Missão do dia

As missões, que podem ser feitas em 15 minutos, ajudam a manter a casa limpa até naquelas lugares que nunca lembramos de limpar. Elas são enviadas por e-mail através de um grupo do Yahoo ou podem ser vistas no blog que traduz o conteúdo do site americano: Traduções da FlyLady.

Dança dos cômodos

Há também a dança dos cômodos, que nada mais é, a gente carregar as coisas de um cômodo para o outro, toda vez que andarmos pela casa. Então, se você vai para o quarto, antes de ir, observe ao seu redor se não há nada do quarto que precisa ser guardado, já pegue e já leve para seu lugar.

Como começar? 

Passo 1 – Baby Steps: O sistema começa com os baby steps, muita gente quer pular essa parte, mas acredite, ela é fundamental. Nos baby steps são inseridos novos hábitos e formas de limpar a casa, você pode acessar o blog com as traduções e acompanhar por lá. São 31 dias e pode parecer bem devagar, mas acho que é justamente isso que faz muita gente começar e permanecer no método. Ao final, você já estará com suas rotinas estabelecidas, e terá aprendido a técnica dos 15 minutos, do declutter e também terá começado seu coAo final, você já estará com suas rotinas estabelecidas, e terá aprendido a técnica dos 15 minutos, do declutter e também terá começado seu control journal.

Ah! Uma dica rápida, adapte sempre à sua realidade ok? Aqui por exemplo, não fazemos tudo que está aí porque simplesmente não dá tempo, não ficamos em função da casa, então as ideias que cabem, você aplica, as que não, deixe pra lá! 🙂

Veja um resumo:

2 Passo – Divida a casa por zonas: Depois disso, você vai dividir sua casa em 4 zonas, no site oficial ela mostra vai indicando qual zona você deve trabalhar na semana. Depois de dividido, você deve criar listas detalhadas para cada uma delas. A ideia aqui é que você faça um pouco por dia e trabalhe cada semana em uma zona da casa.

3 Passo – Missão do dia: A cada dia, o site oficial solta uma missão do dia para ser realizada na zona de foco, essas missões são tarefas que muitas vezes esquecemos de executar e facilitam a limpeza como um todo.

O mais importante de qualquer método ou sistema, é adequar as dicas para a realidade de cada casa e cada família e aproveitá-las da melhor maneira possível, sem neuras.

 

Veja também

1 Comentário

  • Reply
    Como fica o sistema FlyLady no dia a dia? - Bárbara Vitoriano
    25 de Abril de 2017 at 17:56

    […] prática, no dia a dia e se realmente ia ajudar. Por isso, depois que escrevi o post de apresentação do Método FlyLady, vieram me pedir justamente a mesma coisa: a visão real da coisa. Neste post vou falar também um […]

  • Deixe um comentário