Maternidade e Família

5 lições sobre empreendedorismo que aprendi com minhas filhas

Empreender sempre foi um sonho, mas só depois da maternidade que nasceu a coragem e grande motivação de tornar esse sonho realidade. Hoje eu mantenho alguns projetos, a maioria online, e claro, que surgem muitas dificuldades e desafios a superar. Aí, quando bate aquela vontade doida de desistir e largar tudo, eu volto o olhar para as grandes razões disso tudo existir: minhas filhas.

Nelas, além de inspiração, motivo e força, eu encontro muito aprendizado. Aprendizado sobre a vida, e também, muito aprendizado sobre empreendedorismo. Sim! As crianças não sabem, mas elas ensinam muito mais do que temos a passar a elas.

Hoje, separei 5 desses ensinamentos que elas me passam e que me fazem persistir e não desistir dos meus, dos nossos sonhos.

1- Observação: as crianças são excelentes observadores, observam tudo e aprendem com tudo que observam, os brinquedos, o mundo, nossas atitudes e aprendem muito com elas. Quem já é empreendedora sabe, que a observação tem muito valor em um negócio. Observar seu público-alvo, seus concorrentes, sua forma de trabalho, observar a si mesmo e o mundo que te rodeia, faz muita diferença e fornece muita bagagem na hora de tomar decisões.

2 – Aproveitar todas as oportunidades de aprendizado: repare bem como as crianças estão sempre dispostas a aprender e veem aprendizado em tudo. Quando a gente empreende precisa estar em constante atualização, aprendendo sempre e em tudo. E não falo somente de cursos, falo de toda e qualquer oportunidade que surgir, seja sim em cursos e eventos, seja em um bate papo com alguém que entende de algo que quer aprender, seja com nossos erros, com nossos acertos e por aí vai.

3 – Encontrar um jeito: já aconteceu com vocês de ver seus filhos fazendo mil e uma peripécias para conseguir algo que eles querem? E a gente chega e se pergunta: como conseguiram fazer isso? Pois é, eles deram um jeito. Quebraram a cabeça, testaram e conseguiram o que queriam. Muitas vezes é preciso encontrar um jeito, pensar, trocar ideia, errar, tentar de novo, empreender é um ótimo exercício de criatividade, e nisso, as crianças são professoras.

4 – Persistência: aqui em casa tenho duas filhas, a caçula está começando a brincar com peças de encaixar. É incrível e totalmente inspirador a persistência dela em encaixar alguma coisa. Se concentra, pega, tenta, às vezes fica brava, mas logo volta a se concentrar e não desiste até conseguir. Nem preciso dizer que persistência e empreendedorismo são praticamente sinônimos né? rs….

5 – Paixão por aquilo que se faz: as crianças são apaixonadas por tudo que se propõem a fazer, fazem com gosto, com entusiasmo e alegria sempre. Aquele brilho nos olhos delas é inconfundível. Para empreender, o brilho nos olhos pelo que faz é que vai tornar o caminho muito mais gostoso de ser percorrido.

Veja também

Sem Comentários

Deixe um comentário